Tradutor/Translater

Informação

Loading...

News

Loading...

Seu casamento no melhor estilo! photography-brasil, by Vera Lúcia

(81) 3544-3879 / 8670-6382

terça-feira, 31 de julho de 2012

Parabéns Recife, a Campus Party foi um sucesso


29/07/2012 21h00 - Atualizado em 30/07/2012 14h20
Para organizadores, CP Recife foi a melhor edição já realizada do evento
Mario Teza, diretor geral no Brasil da Futura Network, avaliou positivamente.Chances de ter a Campus Party Recife 2013 são grandes.
Luna MarkmanDo G1 PE
Comente agora
Mario Teza, diretor geral no Brasil da Futura Network, empresa espanhola realizadora da Campus Party (Foto: Luna Markman/G1)Mario Teza, diretor geral no Brasil da Futura Network
(Foto: Luna Markman/G1)


A avaliação da primeira Campus PartyRecife, encerrada neste domingo (29), foi positiva para a organização do evento e campuseiros. Para Mario Teza, diretor geral no Brasil da Futura Network, empresa espanhola realizadora da Campus Party, esta foi a melhor edição da festa, que ocorre desde 2008 no país, sempre em São Paulo.
"Recife não teve a primeira nem a maior Campus Party, mas sem dúvida foi a melhor de todas que fizemos por causa da energia. O investimento do estado e empresas parceiras viabilizaram isso, além do público pernambucano, que sempre foi destaque nas Campus. Se o Vale do Silício começou em San Francisco, o Vale do Silício brasileiro começa no Vale São Francisco", brincou Teza, referindo-se ao potencial que o polo tecnológico do Recife tem.
Segundo Mario Teza, as chances de ocorrer a Campus Party no Recife em 2013 são grandes. "O governador [de Pernambuco, Eduardo Campos], o prefeito [do Recife, João da Costa] e a Telefônica já nos provocaram [na cerimônia de abertura do evento, na última quinta-feira, 26], dizendo que vai ter. Agora, nós vamos prestar contas e montar um grupo de trabalho para fazer o balanço e pensar no que podemos melhorar e inovar. Até setembro, devemos ter essa resposta", afirmou.
O diretor comentou que a Campus Party Recife levou apenas cem dias para ser idealizada, mesmo assim, acredita que não houve problemas. "A infraestrutura não deixou nada a desejar em relação a São Paulo. A conexão da internet foi ótima, muita gente saiu com modelos de negócio nas mãos. A única coisa, talvez, foi a Zona Expo ter ficado um pouco longe da Arena. Se acontecer em julho do ano que vem, vamos ter tempo para nos preparar. Só no Nordeste, temos uma base de 16 mil campuseiros, então tem tudo para crescer e, quem sabe, virar a maior do Brasil", disse.
Para o presidente do Instituto Campus Party, Bruno Souza, o público da Campus Party Recife veio com "sede" de conhecimento. "A gente percebe isso porque, diferente de São Paulo, desde manhã os campuseiros já estavam nas suas bancadas, desenvolvendo seus projetos, aproveitando as palestras, isso foi muito legal", falou.
Segundo Bruno, campuseiros de 20 estados participaram do evento - 65,2% dos inscritos eram pernambucanos. Além do Brasil, estiveram também visitantes Colômbia, Espanha, Estados Unidos, Suécia, Portugal, México, Chile e Argentina. Foram cerca de 180 atividades com mais de 200 horas de conteúdo, fora os eventos espontâneos organizados pelos próprios participantes. Ao todo, foram investidos R$ 10 milhões para realizar a CP Recife. Sessenta mil pessoas passaram pela área Expo, aberta ao público, no Centro de Convenções.
Luciano Simões aprovou a primeira edição do evento no Recife (Foto: Luna Markman/G1)Luciano Simões aprovou a primeira edição do
evento no Recife (Foto: Luna Markman/G1)
No geral, os campuseiros aprovaram a primeira edição do evento na capital pernambucana. "Achei bom ter espaços divididos, com palestras em cada lugar. Muitos brindes sendo distribuídos, que não deixa o ambiente morgar. A segurança também foi muito boa, assim como o acampamento. Só acho que algumas palestram pecaram pela falta de informação técnica", opinou Luciano Simões.
"A Campus foi muito organizada, com bons conteúdos nas palestras, tipo a do Mike Comberiate, da Bel Pesce, de softwares livres, do Facebook. Só acho que poderia ocorrer em um local com hotéis mais próximos, porque não tem muitas vagas no acampamento", disse Ariedson Nobre, que veio de Juazeiro do Norte, no Ceará.

Justiça Eleitoral está testando urnas eletrônicas para eleições deste ano

Clique aqui e assista a esta matéria do NETV

Paralisação de servidores da saúde de PE afeta atendimento aos pacientes


31/07/2012 16h53 - Atualizado em 31/07/2012 16h53
Hospital das Clínicas, na UFPE, está praticamente vazio.
Unidades ligadas ao SINDSPREV devem reduzir atendimento a 30%.
Do G1 PE
Atendimento do HC deve ser afetado (Foto: Vanessa Bahé / G1)


Atendimento do HC está sendo afetado
(Foto: Vanessa Bahé / G1)


Com a paralisação dos servidores do Ministério da Saúde em Pernambuco, decretada na segunda-feira (30), a situação dos hospitais públicos do estado volta a ficar em evidência. Com problemas desde maio, quando os professores do hospital-escola entraram em greve, o Hospital das Clínicas (HC), na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), sofre ainda mais com a paralisação também dos servidores técnico-administrativos, iniciada em 11 de junho, e está praticamente vazio. Apesar da diretoria do HC ter informado que os serviços essenciais seriam mantidos, a fim de minimizar os transtornos à população, a unidade de saúde não consegue cumprir a promessa.
No HC, que chega a realizar 20.470 consultas por mês, os quase 60 ambulatórios não têm pacientes ou médicos. Atendimentos de neurologia, genealogia e obstetrícia, considerados essenciais, não estão sendo realizados. Quem precisa de cirurgias também encontra problemas: boa parte delas foi cancelada, permanecendo apenas os procedimentos de urgência para pacientes já internados no HC, o que vale também para os serviços de laboratório e exames.

Em condições como estas, os pacientes - alguns vindos de municípios do interior de Pernambuco - sequer conseguem pegar os remédios controlados: também não há ninguém para atendê-los na farmácia. De acordo com José Bonifácio, coordenador do Sindicato dos Trabalhadores Públicos Federais em Saúde e Previdência Social (Sindsprev), pacientes na mesma situação devem checar a receita, pois há possibilidade de pegar o remédio em outras unidades: “É preciso ver se ele pode ser pego em outro hospital do Sistema Único de Saúde (SUS). No entanto, existem realmente receitas para locais específicos, e que só podem ser retiradas lá”.

Bonifácio esclarece que o sindicato possui poucos servidores trabalhando no HC, e que a situação do hospital não está necessariamente ligada a eles. Ainda segundo ele, as unidades da Agamenon Magalhães, Barão de Lucena, Getúlio Vargas, Geral de Areias e as policlínicas Pan Centro e Alberto Sabin não devem parar. “Os hospitais têm funcionários estaduais, municipais e até privados, então não ficam paralisados totalmente. Apenas alguns setores terão queda no atendimento e devem funcionar com apenas 30% de sua capacidade”, justificou.

Em nota divulgada nesta terça, a diretoria do Hospital das Clínicas (HC) informou que tem concentrado esforços para manter o funcionamento dos serviços essenciais, como cirurgias de urgência, plantões geral e da sala de estabilização, internamentos de urgência, consultas ambulatoriais em oncologia e em pré-natal de alto risco, atividades de hemodiálise e exames laboratoriais e de imagem para pacientes internados.
Em relação aos demais atendimentos ambulatoriais, a diretoria contou que está avaliando os casos que, por falta da revisão médica, possam ter a sua evolução comprometida, visando assegurar a convocação desses pacientes.

Fonte de informação:http://g1.globo.com/pernambuco/noticia/2012/07/paralisacao-de-servidores-da-saude-de-pe-afeta-atendimento-aos-pacientes.html

Estamos pagando muito bem para nossos servidores. - Maior salário líquido da Câmara é de R$ 32 mil, acima do teto para servidor


Ao todo, 170 servidores da Casa têm remuneração líquida acima do teto.
Câmara e Senado devem divulgar nesta terça remuneração de servidores.

Dados da Diretoria Legislativa da Câmara dos Deputados mostram que 170 servidores da Casa - 140 aposentados e 30 que estão ativa - possuem rendimentos que ultrapassam o valor de R$ 26,7 mil, teto salarial permitido aos servidores públicos. O salário líquido dos funcionários, com os descontos abatidos, chega a R$ 32 mil.
Os cargos dos servidores ainda não foram divulgados. Segundo a diretoria da Câmara, são de analistas legislativos, que englobam funcionários com diferentes cursos superiores, como engenharia e administração. Os valores ultrapassam o teto permitido porque horas extras e funções comissionadas são somadas às remunerações.
saiba mais
Liminar suspende divulgação nominal de salários do Senado
A Câmara dos Deputados e o Senado pretendem divulgar ainda nesta terça-feira (31) a remuneração dos servidores em suas páginas na internet. Na segunda (30), o Sindicato dos Servidores do Poder Legislativo Federal e do Tribunal de Contas da União (Sindilegis) conseguiu uma liminar [decisão provisória] que suspendeu a divulgação nominal dos salários, tanto na Câmara quanto no Senado. A divulgação, prevista para ocorrer até a meia-noite, deverá conter apenas carga e número de matrícula do servidor, além do valor do salário.
De acordo com a Diretoria Legislativa da Câmara, 1,3 mil servidores recebem valores brutos acima do teto, mas apenas 170 ganham de forma líquida R$ 32 mil. Nos demais casos, os valores são brutos e, segundo a direção da Câmara, acabam reduzidos para o valor permitido, de R$ 26,7 mil. O maior salário bruto pago na Câmara é de R$ 43 mil, para 12 servidores. Segundo a diretoria da Casa, todos são analistas legislativos.
Média
Segundo a Diretoria Legislativa da Câmara dos Deputados, a média salarial paga na Câmara é de R$ 15 mil. Nesta faixa estão técnicos e auxiliares legislativos que possuem apenas o nível básico de instrução. Motoristas e copeiros da Casa, por exemplo, estão incluídos neste grupo de remuneração.
Dados já divulgados pela Câmara mostram que servidores com o cargo de auxiliar legislativo, que têm vencimento básico de R$ 1.996,27, podem alcançar uma remuneração final de R$ 7.147,11, sem contar as horas extras. No caso de auxiliares legislativos de nível A, que têm o menor salário base, de R$ 483,74, o vencimento final chega a R$3.185,54, sem contar horas-extras e funções comissionadas.

Fonte de informação:http://g1.globo.com/politica/noticia/2012/07/maior-salario-liquido-da-camara-dos-deputados-e-de-r-32-mil.html

CNJ aprova exigência de ficha limpa para servidores do Judiciário


Resolução irá barrar ingresso de funcionários com condenação colegiada.
Regra vale para servidores comissionados de várias instâncias da Justiça.
Fabiano Costa
Do G1, em Brasília


O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) aprovou nesta terça-feira (31) resolução que exigirá ficha limpa para contratação de funcionários comissionados, ocupantes de funções de confiança e terceirizados do Judiciário.
A nova regra irá barrar o ingresso de servidores não concursados que tenham sido condenados por crimes listados na Lei da Ficha Limpa, por decisão colegiada (em tribunas compostos por mais de um magistrado).
A determinação será aplicada à Justiça Federal, Eleitoral, Justiça estadual, Militar e tribunais de contas. A resolução foi inspirada nas restrições impostas aos políticos pela Ficha Limpa.
saiba mais
CCJ do Senado aprova 
exigência de ficha limpa 
para cargos de confiança
Proposta em 2010 por iniciativa popular, a Lei da Ficha Limpa foi aprovada no Congresso em junho daquele ano e teve sua constitucionalidade referendada pelo Supremo Tribunal Federal em fevereiro deste ano. A lei barra a candidatura de políticos condenados por órgão colegiado, cassados pela Justiça Eleitoral ou que renunciaram a cargo eletivo para evitar processo de cassação.

Ainda em maio deste ano, a Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ) aprovou proposta de emenda à Constituição (PEC) que exige ficha limpa para todos os servidores comissionados (não concursados) do Executivo, Judiciário e Legislativo da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios. A proposta precisa ser aprovada em dois turnos pelo plenário do Senado e depois vai à Câmara.

fonte de informação:http://g1.globo.com/politica/noticia/2012/07/cnj-aprova-exigencia-de-ficha-limpa-para-servidores-do-judiciario.html

sábado, 21 de julho de 2012

Confira aqui, os resultados das primeiras pesquisas das eleições em algumas capitais


21/07/2012 00h01 - Atualizado em 21/07/2012 01h36
Recife

Humberto Costa lidera intenções de voto no Recife, diz pesquisa Datafolha
Senador petista tem 35%, seguido por Mendonça (DEM), com 22%.
Levantamento ouviu 828 pessoas no Recife, nos dias 19 e 20 deste mês.

Do G1 PE

O Datafolha divulgou, neste sábado (21), sua primeira pesquisa de intenção de voto sobre a disputa pela Prefeitura do Recife, neste ano.
A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal "Folha de S. Paulo".
Veja os números do Datafolha para a pesquisa estimulada:
Humberto Costa (PT) - 35% das intenções de voto
Mendonça (DEM) - 22%
Daniel Coelho (PSDB) - 8%
Geraldo Júlio (PSB) - 7%
Esteves Jacinto (PRTB) - 2%
Edna Costa (PPL) - 1%
Jair Pedro (PSTU) - 1%
Roberto Numeriano (PCB) - 1%
Branco/nulo/nenhum - 13%
Não sabe - 10%

A pesquisa foi realizada entre os dias 19 e 20 de julho. Foram entrevistadas 828 pessoas na cidade do Recife. A margem de erro é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE), sob o número 00049/2012.


Rejeição
O Datafolha também apurou o percentual de rejeição entre os candidatos pesquisados. Mendonça Filho (DEM) é o que aparece com maior índice de rejeição, ou seja, de pessoas que dizem que não votariam no candidato de jeito nenhum. A rejeição apontada para cada candidato é: Mendonça, 26%; Humberto Costa (PT), 24%; Edna Costa (PPL), 18%; Jair Pedro (PSTU), 17%; Geraldo Júlio (PSB), 16%; Daniel  Coelho (PSDB) e Roberto Numeriano (PCB), 15%; Esteves Jacinto (PRTB), 14%; votaria em qualquer um/não rejeita nenhum, 8%; rejeita todos/não votaria em nenhum, 8%; não sabe, 13%.


Fonte de informação:http://g1.globo.com/pernambuco/eleicoes/2012/noticia/2012/07/humberto-costa-lidera-intencoes-de-voto-no-recife-diz-pesquisa-datafolha.html

São Paulo

Serra tem 30% e Russomanno, 26%, aponta pesquisa Datafolha
Soninha (PPS) e Haddad (PT) têm 7% das intenções de voto.
Instituto ouviu 1.075 pessoas; margem de erro é de 3 pontos.

Do G1 SP


O Datafolha divulgou, neste sábado (21), pesquisa de intenção de voto sobre a disputa pela Prefeitura de São Paulo.
A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal "Folha de S.Paulo".
Veja os números do Datafolha para a pesquisa estimulada:
José Serra (PSDB) - 30% das intenções de voto
Celso Russomanno (PRB) - 26%
Fernando Haddad (PT) - 7%
Soninha (PPS) - 7%
Gabriel Chalita (PMDB) - 6%
Paulino da Força (PDT) - 5%
Ana Luiza (PSTU) - 1%
Carlos Giannazi (PSOL) - 1%
Levy Fidelix (PRTB) - 1%
Miguel (PPL) - Não pontuou
Eymael (PSDC) - Não pontuou
Anaí Caproni (PCO) - Não pontuou
Em branco ou nulo - 11%
Não sabe - 6%

No levantamento, Serra e Russomano aparecem em empate técnico, já que margem de erro da pesquisa é de 3 pontos percentuais. O levantamento foi realizado entre quinta-feira (19) e sexta-feira (20). Foram entrevistadas 1.075 pessoas.
A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral com o número SP-00110/2012.

Rejeição aos candidatos
Quando os entrevistados foram perguntados em relação a qual candidato não votariam, Serra foi o mais citado. O tucano tem índice de rejeição de 37%. Paulinho da Força aparece em segundo, com 21% de rejeição. Na sequência são citados Soninha (19%), Eymael (17%), Levy Fidelix (14%), Russomanno (12%), Haddad (12%), Miguel (9%), Ana Luiza (8%), Anaí Caproni (8%), Gabriel Chalita (8%) e Carlos Gianazzi (6%).



Fonte de informação:http://g1.globo.com/sao-paulo/eleicoes/2012/noticia/2012/07/serra-tem-30-e-russomanno-26-aponta-pesquisa-datafolha.html

Rio de Janeiro

Paes tem 54%, e Freixo, 10%, indica pesquisa Datafolha no Rio
Maia aparece com 6%. Margem de erro é de 3 pontos percentuais. 
Instituto ouviu 927 pessoas no Rio, entre os dias 19 e 20 de julho.

Do G1 RJ

O Datafolha divulgou neste sábado (21) sua primeira pesquisa de intenção de voto sobre a disputa pela Prefeitura do Rio de Janeiro neste ano.
A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal “Folha de S.Paulo”.
Veja os números do Datafolha para a pesquisa estimulada:
Eduardo Paes (PMDB) – 54% das intenções de voto
Marcelo Freixo (PSOL) – 10%
Rodrigo Maia (DEM) – 6%
Otavio Leite (PSDB) – 4%
Cyro Garcia (PSTU) – 1%
Aspásia (PV) – 1%
Fernando Siqueira (PPL) – 1%
Antonio Carlos (PCO) – 1%
Branco/nulo – 14%
Não sabe – 8%

A pesquisa foi realizada entre os dias 19 e 20 de julho. Foram entrevistadas 927 pessoas na cidade do Rio de Janeiro. A margem de erro é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos.
A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ), sob o número 00025/2012.

Rejeição
O Datafolha também perguntou aos entrevistados sobre o nível de rejeição aos candidatos a prefeito da cidade do Rio. O resultado estimulado e múltiplo desta pesquisa foi: Rodrigo Maia (DEM) 31%; Eduardo Paes (PMDB) 20%; Otavio Leite (PSDB) 16%; Aspásia (PV) 16%; Cyro Garcia (PSTU) 15%; Fernando Siqueira (PPL) 10%; Antonio Carlos (PCO) 10%; Marcelo Freixo (PSOL) 9%.
Além disso, 11% dos entrevistados responderam que votaria em qualquer um ou que não rejeitaria nenhum dos candidatos; 7% declararam que rejeitariam todos ou não votariam em nenhum; e outros 11% afirmaram não saber.

Fonte de informação:http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/eleicoes/2012/noticia/2012/07/paes-tem-54-e-freixo-10-indica-pesquisa-datafolha-no-rio.html

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Confira o ensaio fotográfico de Mayara Lima no estúdio da photography-brasil, by Vera Lúcia

Mayara Lima conquistou este espaço, escolhendo Vera Lúcia para cuidar de sua imagem e participando da promoção "Nós fazemos você brilhar!" da photography-brasil e Revista todaILHA.










quinta-feira, 19 de julho de 2012

Recife recebe exposição que retrata Brasil da Belle Époque


19/07/2012 18h14 - Atualizado em 19/07/2012 18h21
Mostra “1908 - Um Brasil em Exposição” vai até 9 de setembro.
Ideia é fazer reflexão sobre urbanização e progresso do Brasil.

do G1 PE

Exposição Nacional de 1908 - Vista dos Pavilhões de Minas Gerais e São Paulo (Foto: Divulgação: Augusto Malta (Acervo Histórico Museu da República))
Exposição Nacional de 1908 - Vista dos Pavilhões de Minas Gerais e São Paulo.
(Foto: Divulgação / Augusto Malta - Acervo Histórico Museu da República)


Chega ao espaço Caixa Cultural Recife, nesta sexta-feira (20), a mostra “1908 - Um Brasil em Exposição”, que retrata a Belle Époque brasileira e os impactos dos primórdios da globalização no Brasil contemporâneo. Os interessados na história do País poderão, gratuitamente, ver a retrospectiva, que trata da Exposição Nacional de 1908, acontecimento histórico ocorrido no Rio de Janeiro para celebrar o centenário da abertura dos Portos do Brasil na então capital da República.

A Exposição Nacional de 1908, realizada entre os dias 11 de agosto e 15 de novembro de 1908, na Praia Vermelha, no bairro da Urca (Rio de Janeiro), foi promovida pelo Governo Federal, para celebrar o centenário do início da abertura dos portos brasileiros às transações marítimas internacionais. Naquele ano, o Rio de Janeiro contava com 800.000 habitantes e recebeu, ao longo dos três meses da exibição (inspirada nas Exposições Universais que ocorriam na Europa), mais de um milhão de visitantes.

A mostra apresentou a nova capital da República a diversas autoridades nacionais, revelando o Brasil aos próprios brasileiros, em sua diversidade e em seus contrastes. "A montagem apresenta a descoberta do Brasil pelos brasileiros. A Exposição Nacional celebrava o processo de inserção de todo o país em um modo de vida urbano, industrial e cosmopolita", explica a curadora, Margareth da Silva Pereira.
A exposição se estrutura em módulos temáticos que abordam o processo da concepção, construção e inauguração da Exposição Nacional. O evento permite que o público aprofunde os seus conhecimentos também sobre os hábitos e as instituições culturais da época.

A produtora executiva, Moema Mariani, explica também que a exposição revive o turbilhão cultural que ocorreu no Rio de Janeiro, onde dentro dos pavilhões havia teatros com peças de autores nacionais e concertos de música clássica para todos os visitantes. “Pela primeira vez os estados menores e menos prósperos tinham a sua própria representação cultural. Pela primeira vez dados estatísticos eram apresentados aos brasileiros. Tudo isso foi construído em tempo recorde para a tecnologia da época, cerca de 6 meses”, diz.
Após ter passado por São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, a exposição traça ainda paralelos entre os eventos urbanísticos de ontem e os de hoje, como a Copa do Mundo e as Olimpíadas, além dos seus respectivos impactos e contribuições no crescimento das grandes cidades brasileiras.

Serviço
Mostra '1908 - Um Brasil em Exposição'
Abertura para convidados e imprensa: dia 19/07, às 19h
Visitação: de 20 de julho a 9 de setembro de 2012
De terça-feira a domingo, das 12h às 18h
Caixa Cultural Recife - Avenida Alfredo Lisboa, nº 505, Bairro do Recife
Acesso para pessoas com necessidades especiais
Entrada franca
Recomendação etária: livre

Fonte de informação:http://g1.globo.com/pernambuco/noticia/2012/07/recife-recebe-exposicao-que-retrata-brasil-da-belle-epoque.html

Meia tonelada de remédios roubados e proibidos são encontrados no Recife


19/07/2012 10h39 - Atualizado em 19/07/2012 15h35


Material foi localizado na residência de um casal, no bairro de Água Fria.
Carga teria sido roubada em AL; havia medicamentos usados em abortos.

do G1 PE

Medicamentos foram apreendidos no Recife (Foto: Kety Marinho / Globo Nordeste)

Medicamentos foram apreendidos no Recife
(Foto: Kety Marinho / Globo Nordeste)


Uma carga de medicamentos roubados e outros remédios proibidos de serem comercializados no Brasil foram apreendidos pela polícia pernambucana, conforme apresentação realizada nesta quinta-feira (19), no Recife. Um total de 500 kg de produtos foram encontrados com um casal, que foi detido, numa casa no bairro de Água Fria, na Zona Norte da capital pernambucana.

A prisão aconteceu na última sexta-feira (13), após a Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas (DPRFC) receber uma denúncia informando sobre a existência do depósito clandestino de medicamentos, na Ladeira do Saputi. Os agentes foram até o local e verificaram a existência da carga, que havia sido roubada no último dia 26 de abril, na cidade de Messias, em Alagoas.

Além do material roubado, a polícia também encontrou medicamentos de uso proibido no Brasil, como o Pramil - um estimulante sexual para homens - e Cytotec - utilizado na prática do aborto. "O Cytotec, inclusive, estava embalado em papéis alumínios, na dose certa para usar no aborto, que é de quatro comprimidos: a mulher ingere dois e insere os outros dois na vagina. Esses medicamentos têm fabricação no Paraguai", contou o delegado Osias Tibúrcio. O casal informou que mantinha duas farmácias: uma em Água Fria e outra em Olinda.

Também foram apreendidos medicamentos de uso exclusivo hospitalar e anticoncepcionais exclusivos de postos de saúde, proibidos de serem comercializados. O casal foi autuado em flagrante por receptação qualificada, adulteração de medicamento e contrabando. O homem seguiu para o Centro de Triagem (Cotel), em Abreu e Lima; a mulher foi encaminhada à Colônia Penal Feminina do Recife. A pena pode passar de 25 anos.


Mulheres trabalham 5 horas a mais por semana, do que o homem, diz a OIT


Contando jornada doméstica, mulher trabalha mais do que homem, diz OIT
Estudo concluiu que mulheres trabalham 5 horas a mais por semana.
Homem tem maior carga no mercado e mulher trabalha mais em casa.

Alexandro Martello
Do G1, em Brasília


Fonte de imagem:www.biojobblog.com


Estudo divulgado pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) nesta quinta-feira (19) mostra que as mulheres trabalham mais do que os homens no Brasil quando se calcula o tempo total de trabalho, o que inclui os afazeres domésticos e a jornada formal no mercado de trabalho.

Os números, relativos ao ano de 2009, mostram que as mulheres têm uma jornada de cerca de cinco horas a mais por semana do que os homens. A OIT informou que os homens trabalham, em média, 43,4 horas por semana no mercado de trabalho e outras 9,5 horas em casa, perfazendo uma jornada semanal de 52,9 horas. Ao mesmo tempo, as mulheres têm uma jornada total de 58 horas semanais, sendo 36 horas no mercado formal de trabalho e 22 horas em casa. 

"Entre o conjunto das mulheres brasileiras inseridas no mercado de trabalho, uma expressiva proporção de 90,7% também realizava afazeres domésticos, enquanto que entre os homens tal proporção era significativamente inferior: 49,7%. Essas trabalhadoras, além da sua jornada semanal de 36 horas, em média, no mercado de trabalho, dedicavam cerca de 22 horas semanais aos afazeres domésticos, ao passo em que entre os homens tal dedicação era de 9,5 horas semanais, ou seja, 12,5 horas a menos", informou a OIT no levantamento.

Políticas de 'conciliação'
Para Laís Abramo, diretora da Organização Internacional do Trabalho (OIT) no Brasil, esse quadro mostra que são importantes políticas de conciliação entre trabalho, vida pessoal e vida familiar. "É muito importante que haja políticas públicas e empresariais que facilitem a conciliação. Tem a ver com a disponibilidade de creches, com a melhoria do transporte, e com a questão das jornadas flexíveis, além de um compartilhamento maior dos afazeres domésticos", avaliou ela.

Homens participam de 'atividades interativas'
O estudo da Organização Internacional do Trabalho informa ainda que a participação dos homens nos afazeres domésticos está mais concentrada em "atividades interativas", como a realização de compras de mantimentos em supermercados, o transporte dos filhos para a escola e "atividades esporádicas" de manutenção doméstica, como reparos e consertos no domicílio. 
"Uma informação do suplemento da PNAD de 2008 é bastante ilustrativa dessa situação: cerca da metade (49,7%) das pessoas de 14 anos ou mais de idade costumavam fazer faxina no próprio domicílio, sozinha ou com a ajuda de outra pessoa. Enquanto que esta prática era comum para 72,1% das mulheres, entre os homens era de apenas 25,4%", informou a OIT.

Redefinição das relações
A OIT concluiu, no estudo, que a "massiva incorporação" das mulheres no mercado de trabalho não vem sendo acompanhada de um "satisfatório processo" de redefinição das relações de gênero com relação à divisão sexual do trabalho, tanto no âmbito da vida privada, quanto no processo de formulação de políticas públicas e de ações por parte de empresas e sindicatos, especialmente no concernente às responsabilidades domésticas e familiares.
"A incorporação das mulheres ao mercado de trabalho vem ocorrendo de forma expressiva sem que tenha ocorrido uma nova pactuação em relação à responsabilidade pelo trabalho de reprodução social, que continua sendo assumida, exclusiva ou principalmente, pelas mulheres", informou o estudo da OIT.


Anatel anunciou suspensão de vendas de chips da Oi, Claro e TIM. Tire dúvidas sobre a suspensão de vendas de chips de celular


Empresas terão que apresentar planos para melhorar os serviços.

Daniela Braun e Simone Cunha
Do G1, em São Paulo


Fonte de imagem:http://www.fortenanoticia.com.br/

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) suspendeu, a partir de segunda-feira (23), as vendas de chips das empresas de telefonia móvel Oi, Claro e TIM em vários estados do país, por problemas na qualidade dos serviços prestados.
Para responder às dúvidas dos consumidores sobre o assunto, o G1 entrou em contato com a associação de defesa do consumidor Proteste, a Fundação Procon e a Anatel.
Qual foi a decisão da Anatel?
A agência suspendeu as vendas de novas linhas de celulares de três operadoras em vários estados do país. A medida vale a partir do dia 23 de julho.
Qual o motivo da suspensão?
A decisão, que inclui os serviços de voz e dados, foi motivada por problemas na qualidade dos serviços prestados. As avaliações são relativas a interrupção de chamadas, qualidade de rede e atendimento ao cliente. Segundo a agência, houve alta no número de reclamações registradas.
Quais os estados afetados?
Todos os estados foram afetados. Em cada um, foi suspensa a venda de linhas de uma operadora – a que teve o pior desempenho naquele local. Em Santa Catarina, Sergipe e São Paulo, foram suspensas as vendas de chips da Claro. No Amazonas, Amapá, Mato Grosso do Sul, Roraima e Rio Grande do Sul, a medida afeta a Oi. Nos demais estados, incluindo o Distrito Federal, a TIM fica impedida de fazer novas vendas.
Até quando vale a suspensão?
As empresas terão 30 dias para apresentar um plano detalhado, por estado, com medidas capazes de garantir a qualidade do serviço e das redes de telecomunicações. As vendas só serão liberadas depois que esses planos forem aprovados pela Anatel.
E se elas continuarem vendendo as linhas?
A Anatel determinou uma multa de R$ 200 mil por dia e por cada estado em que a medida for descumprida. A menos que isso aconteça, no entanto, não haverá outras punições.
Como será feita a fiscalização?
Questionada pelo G1, a agência não esclareceu como garantirá o cumprimento da medida. “Se o consumidor tiver conhecimento de que foi comercializado o chip indevidamente ele pode denunciar ao Procon e encaminharemos à Anatel”, diz Paulo Arthur Góes, diretor executivo da Fundação Procon-SP.
E as outras operadoras? Não terão que melhorar os serviços?
A Vivo, a CTBC e a Sercomtel não foram proibidas de comercializar linhas, mas também terão que apresentar planos de melhoria em suas áreas de atuação.
O que muda para os atuais clientes das três operadoras após as sanções aplicadas pela Anatel?
Não muda nada, segundo Góes, do Procon-SP. "A mudança que nós esperamos para esses consumidores é que o serviço melhore. Os consumidores continuam tendo direito a serviços de qualidade. SAC e ouvidoria têm que funcionar. O que se espera agora é que as empresas tomem providências”.
Os clientes podem continuar a fazer a portabilidade?
Segundo a Anatel, não será possível fazer a portabilidade para as operadoras cujas vendas estejam suspensas. A troca entre as demais operadoras, assim como a portabilidade das empresas afetadas para outras serão feitas normalmente.
Como o cliente deve proceder se estiver em fase de habilitação na espera da instalação de um serviço já adquirido?

Quem já comprou o serviço terá a instalação feita normalmente, já que apenas as vendas foram suspensas a partir do dia 23. “Se o cliente assinou contrato até o momento em que a punição não foi aplicada, o mesmo tem que ser honrado”, diz Góes, do Procon.

Veja em quais estados as operadoras terão que interromper a venda de chips
Claro
Santa Catarina
São Paulo
Sergipe
Oi
Amazonas
Amapá
Mato Grosso do Sul
Rio Grande do Sul
Roraima
TIM
Acre
Alagoas
Bahia
Ceará
Distrito Federal
Espírito Santo
Goiás
Maranhão
Mato Grosso
Minas Gerais
Pará
Paraná
Paraíba
Pernambuco
Piauí
Rio de Janeiro
Rio Grande do Norte
Rondônia
Tocantins


O cliente de uma dessas operadoras pode pedir desconto nas faturas proporcional ao tempo no qual o serviço não foi prestado por queda na conexão de internet ou da linha telefônica?
Esse já é um direito assegurado pelo Código de Defesa do Consumidor (CDC). “O Procon-SP já toma isso como regra aos consumidores que registram reclamações. Se é um problema de qualidade, o consumidor pode também querer cancelar o serviço sem cobrança de multa por conta de contratos de fidelidade”, diz Góes.
Se a operadora tiver de fazer novos investimentos para melhoria da qualidade dos serviços, pode haver repasse na fatura do cliente?
A Proteste acredita que não, já que as operadoras cresceram nos últimos anos sem investir no crescimento. Segundo o Procon, cabe à agência reguladora avaliar quanto de reajuste é permitido. “Na verdade o consumidor já está pagando por esses investimentos em serviços sem a mínima qualidade que se espera. As empresas deixaram de fazer a lição de casa e agora vão ter que correr atrás do prejuízo”, diz o diretor do órgão.
Como o cliente pode reclamar da qualidade dos serviços prestados pelas operadoras?
A Proteste orienta o consumidor a reclamar aos órgãos de defesa do consumidor, registrar reclamação na Anatel (pelo telefone 1331, nas Salas do Cidadão localizadas nas capitais ou via autoatendimento) e protocolar as reclamações feitas às operadoras. A entidade lembra que o cliente tem papel importante porque ele é que sinaliza os problemas. O consumidor que quiser fazer uma reclamação também pode procurar o Procon de sua cidade ou um dos canais de atendimento da Fundação.

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Denúncia sobre Vila Velha, comunidade da Ilha de Itamaracá-PE, mobiliza rede social Facebook

O ESTUPRO DE VILA VELHA, ITAMARACÁ. JÁ COMEÇOU !!!
por Christopher Sellars


O esquecido e pacato povoado de Vila Velha está sob ataque por especuladores imobiliarios, todos os predios dentro e nos redores tem sido comprados e centos de metros de cercas de arame farpado levantadas muitas das quais estão bloqueando os tradicionais caminhos dos nativos.
  
IMAGEM SATELITAL DO ANO 2007


IMAGEM SATELITAL DO ANO 2010

Em 1989 FUNDARPE qualificou a casa/estaleiro de Seu Peu como um dos "Marcos Arquitetonicos e Arqueologicos" de Vila Velha,   embora não manifestou nada quando foi ilegalmente demolido.






Vista do "Bar de Maruca" do ano 2008, ainda pode-se discernir a casa de "Seu Peu" entre meio dos arvores.


Apos da compra a area foi cercada ate o limite da maré, impedindo o acesso dos nativos a seus barcos. Observa o exagero da cerca, postes a um metro entre si, e dez filas de arame farpado.


O PROXIMO CASO.......   ESTA VEZ DEMOLIÇÃO ILEGAL DE QUATRO CASAS HISTORICAS.

Pitoresco casorio de 4 casas, moradia da mesma familia por mais de 70 anos.


IMAGEM SATELITAL DO ANO 2010.


HOJE EM DIA. Entulho e lixo apos da demolição. Todo isso em uma area declarado "Mata Atlantica em Recomposição" na Area de Proteção Ambiental - Santa Cruz ..... Lei desde 2008.



E TODO ISSO DENTRO DE UMA ZONA QUALIFICADO COMO MATA ATLANTICA EM RECOMPOSIÇÃO NA APA-SANTA CRUZ 2008.

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Em pernambuco, comerciantes são alvo de golpe...


13/07/2012 07h54 - Atualizado em 13/07/2012 08h41
Comerciantes de Santa Cruz do Capibaribe, PE, são alvo de golpe
Homens ligam pedindo dinheiro para reforma de sede da Polícia Militar.
Na verdade, obra é financiada pelo governo do estado.

Clique aqui e assista a esta matéria do Bom Dia PE
Comerciantes de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste pernambucano, estão sendo alvo de um golpe de estelionato. Os bandidos estão realizando ligações, se identificando como policiais e pedindo uma contribuição para a reforma da 3ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) do município.




Uma empresária da cidade, que não quis se identificar, contou que já recebeu duas ligações dos golpistas. Depois de alguns minutos de conversa, houve a desconfiança. “Perguntei do que se tratava e ele falou que era um sorteio e que cada cartela custava R$ 100. Perguntou quantas cartelas eu iria comprar e quando podia vir buscar o dinheiro. Aí eu pedi para ele se identificar novamente e peguei o número do celular”, contou.
Desconfiada, a vítima resolveu ligar para a própria CIPM. “Eles me disseram que isso provavelmente era um golpe que a Polícia Militar não tinha autorização de fazer esse tipo de arrecadação”, completou.


Segundo a secretária executiva da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Santa Cruz do Capibaribe, os comerciantes estão sendo informados. “A partir daí, a CDL fez uma nota, através de blog e rádios locais, para empresários, comerciantes e comunidade de forma geral, informando que o procedimento não era legal”, contou Katyane Santos, secretária executiva da CDL.
A recomendação é de que as pessoas que estão sendo vítimas do golpe, liguem para a CIPM, através dos números (81) 3759-8200 ou 3759-8201. “Não faça nenhum fornecimento financeiro às pessoas. Qualquer informação que tiver onde estão as pessoas, o telefone que eles deixam para contato, repassar para a CIPM, para tomar devidas providências”, concluiu Katyane Santos.


A Polícia Militar confirmou que a sede da companhia em Santa Cruz do Capibaribe passa por uma reforma, mas a obra é financiada pelo governo do estado e não recebe nenhum tipo de doação.

Fonte de informação:http://globotv.globo.com/rede-globo/bom-dia-pe/t/edicoes/v/comerciantes-de-santa-cruz-do-capibaribe-estao-sendo-vitimas-de-golpe/2038952/


segunda-feira, 9 de julho de 2012

Galeria reúne 50 peças de arte, artesanato e design com lixo reaproveitado.

08/07/2012 18h17 - Atualizado em 08/07/2012 18h22
Gonzagão de papel e outras peças recicladas fazem sucesso na Fenearte
Público pode votar no melhor trabalho, que vai ganhar prêmio de R$ 2 mil.

Boneco de Luiz Gonzaga feito com papel de jornal por Emerson Chagas. (Foto: Luna Markman/G1)
Boneco de Luiz Gonzaga feito com papel de jornal por Emerson Chagas. (Foto: Luna Markman/G1)

Muitos visitantes da Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte) dispensam bons minutos conferindo as peças da Galeria de Reciclados, que fica no mezanino do Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda, onde o evento ocorre até 15 de julho. A criatividade para transformar o que iria para o lixo é o que mais impressiona o público, que pode votar no trabalho que mais gostou.
São 50 peças ao todo, divididas nas categorias arte, artesanato e design. A estudante Natália Rodrigues ficou impressionada com a peça "Urbanóides", do artista Felipe Soares. "Ele mostra que dá para fazer várias coisas que a gente nem imaginava. O que mais chama atenção são os materias usados [fios de computador e mouse], porque eles não são muito reaproveitados", disse.
Visitante na Galeria dos Reciclados (Foto: Luna Markman/G1)
Natália e o 'Urbanóides' (Foto: Luna Markman/G1)
Já a dona de casa Graziele de Oliveira foi conquistada pelo boneco de Luiz Gonzaga feito pelo artista plástico Emerson Chagas com papel de jornal. "Eu gostei porque dá para ver que o artista usou jornal mesmo, deixou o material à mostra, ao natural. Achei isso muito criativo", falou.

Xote ecológico
Este ano, o espaço propõe uma reflexão sobre as questões relativas à caatinga, ao uso racional dos recursos naturais, principalmente a água, e à busca por alternativas sustentáveis de convivência com a seca. A ambientação tem como mote a música "Xote Ecológico", de Luiz Gonzaga, que retrata o Sertão.
Entre as peças pré-selecionadas, uma comissão julgadora definiu os melhores trabalhos divididos em três categorias: arte reciclada, artesanato reciclado e design reciclado. Os primeiros lugares de cada categoria receberão R$ 5 mil. O público pode votar no melhor trabalho, que vai ganhar R$ 2 mil por meio do Prêmio Aclamação.
Visitante na Galeria dos Reciclados (Foto: Luna Markman/G1)
João observa peça curiosa (Foto: Luna Markman/G1)
O estudante Paulo Feliciano da Silva votou em uma peça bem diferente, de João Cassiano. "Eu acho que é um anjo, feito com fios de cobre, que segura uma lâmpada representando o ventre da mulher, já que dentro dela tem um bebê. Gostei muito desse detalhe. Se colocar a lâmpada na tomada, é como se ele nascesse", comentou.

Sucata para quem precisa
"As peças são feitas com PET, papel, sucata, tudo que é tido como sem utilidade para as pessoas. Os artistas ficam procurando tudo para reciclar. Esse espaço já existe há oito anos, e é bom que deixa o público interessado e estimula os artistas", comentou a coordenadora da Galeria de Reciclados, Vaneide Laranjeiras.
O artista plástico Luiz Carlos Mello é Brejo da Madre de Deus, no Agreste pernambucano, e está com dois trabalhos expostos na galeria. Um deles é o "Jipeiro", feito com sucata. "Eu me lembrei de quando era criança e meu pai pegava o jipe azul dele para nos levar ao sítio, e voltávamos com um monte de bananas", explicou Luiz, feliz em participar na feira.
Artista plástico na Galeria dos Reciclados (Foto: Luna Markman/G1)
Artista plástico Luiz Carlos Mello criou o 'Jipeiro'
com peças de sucata (Foto: Luna Markman/G1)
Ações verdes
Como ocorre desde 2007, a Fenearte informou que implantou o conceito do Lixo Zero, onde 100% de todo o material reciclável produzido pela feira está sendo coletado, separado e doado à Cooperativa de Catadores Profissionais do Recife (Pró-Recife). A cooperativa fica responsável pela destinação adequada dos materiais, comercializando-os para indústrias recicladoras. O evento ainda afirmou que todo óleo de cozinha utilizado na Praça de Alimentação terá destinação correta.

Durante a feira, o programa Chapéu de Palha distribui, gratuitamente, mais de 20 mil mudas de espécies da Mata Atlântica aos visitantes. A Fenearte também disponibiliza cadeiras de roda e mapas do evento em braille para deficientes visuais.

Serviço
13ª Fenearte
Centro de Convenções de Pernambuco - Av. Agamenon Magalhães, s/n, Complexo de Salgadinho, Olinda
Até 15 de julho, das 14h às 22h
Nos dias 8, 13, 14 e 15, de 10h às 22h
Ingressos: de segunda a sexta: R$ 6 (inteira) e R$ 3 (meia-entrada)
Sábados e domingos: R$ 8 (inteira) e R$ 4 (meia-entrada)
À venda no Shopping Tacaruna e nas bilheterias do Centro de Convenções
Serviço de vans gratuitas no Shopping Tacaruna até o Centro de Convenções: das 14h às 22h


Fonte de informação:http://g1.globo.com/pernambuco/noticia/2012/07/gonzagao-de-papel-e-outras-pecas-recicladas-fazem-sucesso-na-fenearte.html

PUBLICIDADE

Nordeste terá 1ª indústria do Brasil de combustível feito com algas marinhas


09/07/2012 08h00 - Atualizado em 09/07/2012 08h00
Usina em Pernambuco vai produzir e vender biodiesel e bioetanol de algas.
Projeto tem investimento de R$ 19 milhões e reduz emissão de CO2.

Eduardo Carvalho
Do Globo Natureza, em São Paulo

O estado de Pernambuco, no Nordeste, deve receber a partir do último trimestre de 2013 a primeira planta industrial de biocombustível produzido com algas marinhas, que promete contribuir na redução do envio de CO2 à atmosfera.
O projeto, uma parceria entre o grupo brasileiro JB, produtor de etanol no Nordeste, e a empresa See Algae Technology (SAT), da Áustria, contará com investimento de 8 milhões de euros (R$ 19,8 milhões) para montar em Vitória de Santo Antão – a 53 km de Recife -- uma fazenda vertical de algas geneticamente modificadas e que vão crescer com a ajuda do sol e de emissões de dióxido de carbono (CO2).
Segunda a empresa, é a primeira vez no mundo que este tipo de combustível será fabricado e comercializado. Atualmente, a tecnologia só é desenvolvida para fins científicos. Laboratórios dos Estados Unidos e até mesmo do Brasil já pesquisam a respeito.
O sistema de iluminação das Fazendas de Algas concentra a luz do sol e a transmite por fibras óticas até reatores fechados, onde as algas realizam a fotossíntese (Foto: Divulgação/See Algae Technology)
O sistema de iluminação da fazenda de alga
concentra a luz do sol e a transmite por fibras óticas
até reatores fechados, onde as algas realizam a
fotossíntese (Foto: Divulgação/See Algae Technology)

No caso da usina pernambucana, o biocombustível será produzido com a ajuda do carbono proveniente da produção de etanol, evitando que o gás poluente seja liberado na atmosfera e reduzindo os efeitos da mudança climática.
De acordo com Rafael Bianchini, diretor da SAT no Brasil, a unidade terá capacidade de produzir 1,2 milhão de litros de biodiesel ou 2,2, milhões de litros de etanol ao ano a partir de um hectare de algas plantadas.
O produto resultante poderá substituir, por exemplo, o biodiesel de soja, dendê, palma ou outros itens que podem ser utilizados na indústria alimentícia aplicado no diesel -- atualmente 5% do combustível é biodiesel.
“É uma reciclagem [do CO2 emitido] e transformação em combustível. Um hectare de algas consome 5 mil toneladas de dióxido de carbono ao ano. O CO2, que é o vilão do clima, passa a ser matéria-prima valorizada”, explica Bianchini.
Mas como funciona?
Em vez de criações de algas expostas, a SAT planeja instalar módulos fechados com até cinco metros de altura que vão receber por meio de fibra óptica a luz do sol (capturada por placas solares instaladas no teto da usina). Além disso, há a injeção de CO2 resultante do processo de fabricação do etanol de cana.
De acordo com Carlos Beltrão, diretor-presidente do grupo JB, a previsão é que projeto comece a funcionar a partir de 2014 e seja replicado para outra unidade, instalada em Linhares, no Espírito Santo. “Hoje nossa missão é tentar trabalhar e chegar ao carbono zero. Nós produzimos CO2 suficiente para multiplicar esse investimento em dez vezes”, disse Beltrão.

O biocombustível de algas ainda precisa ser aprovado e validado pela Agência Nacional do Petróleo (ANP).
Bioquímicos de algas geneticamente modificadas ajudam a reduzir as emissões de carbono para a atmosfera (Foto: Divulgação/See Algae Technology)
Bioquímicos
Além dos combustíveis, outros produtos resultantes do processamento de algas marinhas geneticamente modificadas são os bioquímicos como o ácido graxo ômega 3, utilizados pela indústria alimentícia e de cosméticos
O ômega 3, que contribui para reduzir os níveis de colesterol no corpo humano e combate inflamações, é normalmente encontrado em óleos vegetais ou em peixes.
Com a extração desse ácido das algas processadas e comercialização com empresas brasileiras, Bianchini espera contribuir com a redução da pesca de espécies marinhas que já sofrem com o impacto das atividades predatórias. “Seria uma alternativa para reduzir a sobrepesca e também para não haver mais dependência somente do peixe”, disse.

Postagens